2.9.09

Setembro

É chegado o tempo das canções. Do germinar das sementes. Da renovação das cores e dos ventos. O que está por vir [e não se adia] tem longa gestação porque se prepara todo pra vir mais bonito. Mais cheio de graça também. Minhas eternidades chegam junto. Sem manual de instrução. Pegue e use. Abuse. No peito, os maiores suspiros. O olhar com brilho muito. A boca a esbanjar sorrisos. Perdão pra todo lado. Um florir por dentro capaz de arrancar qualquer espinho. É sol que agora nasce onde antes era chuva. E um arco íris como um aviso do céu: É proibido não ter esperanças. Só porque é Setembro.

3 comentários:

Ni ... disse...

E que venha um Setembro recheado de esperanças novinhas...

Beijo e mais beijos...

Erika M. disse...

Adoro as manhãs de Setembro.
São mais bonitas.
Flores e cores...
Mês em que nasci.
"É proibido não ter esperança"

=]

Maria Neves disse...

Q lindo! Suas mensagens em seu blog são muito bonitas. Cheias de emoções, sentimentos e admiração. Adorei! Beijos e um mês de Setembro maravilhoso! rs