4.7.09

Felicidade.

A menina, com seu vestido estampado, sentia tudo girar. E ela girava até ficar tonta. Porque ela gostava daquela tontura pra viver. Era como centenas de borboletas farfalhando dentro dela. E no bater das asas, levassem embora as memórias, as derrotas e os cansaços. Depois, a menina saía mais leve. Como se pisando estivesse num tapete florido. Um pouco mais de vento, ela saia voando. Gostoso não sei se era. Mas bonito parecia. Ver a menina daquele jeito, cabelos soltos, pés descalços, sorriso no rosto, uma estrela na testa. Como num quadro pintado a guache. Girando e vendo tudo girar. Ela e Deus. Sozinha no planeta Terra. Louca. E completamente feliz.
.

6 comentários:

Paloma Flores disse...

Ela girou tanto que me deu até tontura aqui...

Lindo texto, muito lindo mesmo!

Noemyr disse...

Lindissimo texto
De quem é?
É que pensei em 'pegar emprestado' para o meu meu perfil do orkut, e não poderia deixar de colocar a autoria ^^ Ameei =)
beijos e pAZ :*

Noemyr disse...

Obaa ;) Obrigadaaa!! Beijs :*

Janaína S. disse...

'Louca e completamente feliz.'

A melhor combinação.
Porque lá no fundo um pouco de insanidade, acaba trazendo felicidade.

:*

Ni ... disse...

Ai ai...

Que delicia sentir a felicidade explodir e alcançar a todos, inclusive a mim...!

Beijo e mais beijos

Laís de Ponte disse...

Cris, que texto maravilhoso!!!!!!!!
Quando a Noemyr me mostrou, fiquei encantada!!!!!!!!!!
*--*