10.7.09

Crianças

Na rede de casa. A criança no colo. Risos que movimentavam paredes. Brincadeiras de mãos. Cantigas de roda. Juntas num aconchego de fé. Não se sabe ainda se era a mulher embalando a criança, ou a criança embalando a mulher. ELA-EU: A mesma cor da pele. Do cabelo. Dos olhos. Levíssimas. Numa transparência de almas concedida somente às borboletas.
.

2 comentários:

Janaína S. disse...

Transparência de almas concedida somente às borboletas.

AMEI!

eve disse...

Achei lindo.
"Transparência de almas concedida somente às borboletas."
Quero ser uma borboleta...