24.4.09

Hoje, a menina resolveu sair. Botou pó de borboleta no rosto. De tanto brilho, parecia até pó de céu sem nuvens, misturado com pó de sol que acaba de nascer.
Era brilho de fora, misturado com brilho de dentro.
E a menina inteira parecia um sonho dourado.
Uma borboleta saindo do casulo.
.
.

Um comentário:

' a Ana é azeda. disse...

É sempre tempo de voar!
Lindas palavras!
:*